Homem acusado de ser pistoleiro vai a júri popular nesta quinta-feira (12) em Arapiraca.

Aldo dos Santos será julgado pela morte de Tiago Ramos de Macedo, ocorrida em 2020.

Por Ranjelio 11/05/2022 - 16:00 hs
Foto: Ilustração

A 8ª Vara Criminal de Arapiraca leva a júri popular, nesta quinta (12), às 9h, Aldo dos Santos, acusado de matar Tiago Ramos de Macedo, em dezembro de 2020. De acordo com a denúncia do Ministério Público, o réu "demonstra trabalhar como pistoleiro", tendo sido filmado cometendo dois homicídios em um período de seis meses.

Tiago Ramos foi morto quando saía de um bar com a namorada. Segundo a denúncia, Aldo saiu de um carro e efetuou diversos disparos contra a vítima, que faleceu no local. O acusado teria ainda subtraído pertences de Tiago e fugido em seguida. O crime foi filmado por câmeras de segurança do estabelecimento. A polícia chegou até Aldo porque o veículo utilizado no crime estava no nome da esposa dele.

Ao ser interrogado, o réu disse não ter nada a ver com o crime. Afirmou que no dia do homicídio estava viajando. Ele foi pronunciado e será julgado por homicídio qualificado (mediante recurso que tornou impossível a defesa da vítima). A sessão será conduzida pelo juiz Helestron Silva da Costa.

Matéria referente ao processo n º 0704571-30.2021.8.02.0058