Resumo Novela “Deus Salve o Rei”: resumo dos próximos capítulos.

Deus Salve o Rei passa na Rede Globo de Segunda á Sábado ás 19:19.

Por Ranjelio 07/01/2018 - 04:32 hs
Foto: google

No capitulo 006, segunda-feira, 15 de janeiro – Rodolfo constata que Afonso está vivo. Afonso sofre ao saber da morte de Crisélia. Augusto avisa a Catarina que eles irão ao funeral de Crisélia. Virgílio alerta Amália sobre Afonso. Rebeca entrega a Afonso uma carta escrita por Crisélia. Rodolfo demonstra interesse por Catarina. Olegário comenta com Lupércio que considera estranha a história contada por Afonso sobre seu sumiço. Rodolfo tenta impressionar Catarina. Diana fica intrigada com o interesse de Virgílio de querer melhorar a aparência de seu negócio.  Augusto e Catarina deixam Montemor após o funeral de Crisélia. Cássio conta a Afonso sobre o interesse que Catarina teve pelo exército de Montemor e relata as perguntas da princesa de Artena. Afonso se emociona ao ler a carta que Crisélia lhe deixou. Constantino e Catarina se beijam.

No capitulo 007, terça-feira, 16 de janeiro – Catarina pede a Lucíola que não conte a Augusto sobre Constantino. Afonso revela a Cássio que está apaixonado por Amália. Amália comenta com Tiago que ficou intrigada ao ver Virgílio e Diana passeando juntos. Afonso ignora o pedido de Samuel sobre a mina de ferro, que sofre risco de desmoronamento. Catarina avisa a Constantino que não se casará com o marquês. Betânia comenta com Brumela que a tristeza de Afonso está associada à paixão por uma mulher. Afonso avisa a Cássio que irá a Artena resolver sua situação com Amália, sem revelar sua verdadeira identidade. Amália escreve uma carta para Afonso. Cássio alerta Afonso para a possibilidade de faltar comida para o povo por conta da escassez da água. Romero mente para Olegário, dizendo que Ulisses está indo bem na academia. Catarina finge comemorar a volta do marquês. O mensageiro retorna com a carta de Amália, e afirma que não há nenhum ferreiro em Montemor com o nome de Afonso.

No capitulo 008, quarta-feira, 17 de janeiro – Tiago tenta consolar Amália. Catarina pede explicações a Constantino sobre sua decisão de partir repentinamente de Artena. Cássio avisa a Samuel que não pode autorizar a parada temporária do trabalho na mina por decisão de Afonso. Virgílio finge se importar com o clima de desavença entre Diana e Amália. Amália conta a Constância que não existe nenhum ferreiro chamado Afonso em Montemor. Rodolfo avisa que decidiu criar a Lei da Justa Punição para fazer justiça a pessoas traídas por seus cônjuges. Ulisses estranha o incentivo de Romero para que ele seja amigo de Selena. Augusto avisa a Catarina que Artena ficará sob a responsabilidade da filha durante sua ausência. Ocorre outro desmoronamento na mina de ferro de Montemor. Amália avista Afonso montado em seu cavalo.

No capitulo 009, quinta-feira, 18 de janeiro – Amália hesita em ouvir as explicações de Afonso. Rodolfo fica nervoso ao perceber que ele poderá ser castigado pela lei que ele próprio criou. Rodolfo é salvo do castigo por um mensageiro que o avisa sobre o acidente na mina. Catarina dispensa Demétrio de suas funções até que Augusto retorne a Artena. Virgílio provoca Afonso ao vê-lo na barraca de Amália. Lucíola avisa a Catarina que o marquês está com febre. Catarina descarta o chá que o médico recomendou para Istvan e aproveita para cancelar o casamento. Catarina fica surpresa com a chegada de um curandeiro que veio a mando do marquês. Petrônio e Orlando acordam Rodolfo para estar presente no resgate e ser consagrado pelo povo. Rodolfo revoga a Lei da Justa Punição. Há um incidente com a carroça em que Amália está e Afonso corre para salvá-la.

No capitulo 010, sexta-feira, 19 de janeiro – Afonso consegue evitar que Amália caia no abismo. Martinho agradece Afonso por ter salvado sua filha. Catarina fica surpresa ao ver o marquês bem disposto. Rodolfo é saudado pelo povo. Julião tenta ameaçar Rodolfo ao descobrir que sua mulher o traiu com o príncipe. Afonso teme ser reconhecido por alguém de Montemor. Betânia diz a Brumela que há rumores de que Afonso foi atrás de uma mulher. Rodolfo pede a Osiel que faça um retrato pintado dele. Afonso pede Amália em casamento.

No capitulo 011, sábado, 20 de janeiro – Afonso diz a Amália que ela precisa ir a Montemor, antes de responder ao pedido de casamento, para saber quem ele realmente é. Orlando e Petrônio tramam para prender Julião. Orlando diz a Rodolfo que descobriu um motivo para prender Julião. Amália parte para Montemor com Afonso. Romero fica surpreso quando Selena pede para usar a espada e demonstra mais habilidade que Ulisses. Demétrio tenta chamar a atenção de Istvan para o caráter de Catarina. Cássio lembra Rodolfo sobre o Dia do Perdão e avisa ao príncipe que um dos presos deverá ser agraciado pelo povo  e ganhar a liberdade. Selena fica surpresa com o talento de Ulisses na cozinha. O povo decide libertar Julião, para desgosto de Rodolfo. Amália constata que Afonso é o príncipe herdeiro de Montemor. Afonso se sente responsável pelo acidente na mina. Afonso diz a Rodolfo que pretende se casar com Amália.

No capitulo 012, segunda-feira, 22 de janeiro – Amália não se sente à vontade com o tratamento de princesa recebido no palácio. Augusto retorna a Artena trazendo Mirtes, prima de Catarina. Mirtes justifica a Catarina que ainda não se casou porque perde o interesse pelos homens após conquistá-los. Diana conta a Virgílio que Amália e Afonso estão em Montemor e pretendem se casar. Augusto diz a Demétrio que o casamento de Catarina com o marquês pode ajudar a virtude da filha. Betânia elogia para Selena a coragem de Afonso de se casar com uma plebeia. Amália escuta Orlando afirmar a Petrônio que o casamento de Afonso será uma vergonha para Montemor. Amália se irrita com os olhares críticos pelo seu comportamento na cidade. Selena conta a Romero que quer se inscrever na Academia Militar. Catarina recebe um bilhete de Constantino informando que ele voltará a Artena. Amália informa a Afonso que não pode se casar com ele e decide voltar a Artena. Afonso informa que abdicará do trono de Montemor para viver com Amália em Artena.

No capitulo 013, terça-feira, 23 de janeiro – Rodolfo e Cássio não convencem Afonso a desistir de abdicar do trono e viver como plebeu em Artena. Petrônio e Orlando se animam por se tornarem possíveis conselheiros caso Rodolfo assuma o reino. Constância repreende Martinho ao perceber o interesse do marido no casamento de Amália com Afonso. Diana não acredita quando Amália lhe conta que Afonso é um príncipe. Afonso anuncia ao povo que vai abdicar do trono de Montemor. Constantino promete ajudar Catarina a não se casar com o marquês. Catarina sente ciúmes ao ver Constantino conversando com Mirtes. Silene começa na academia. Afonso pede a Rodolfo para guardar o anel de rubi que a avó lhe deu. Cássio promete a Afonso ajudar Rodolfo como seu conselheiro. Afonso surpreende Amália ao chegar em Artena.

No capitulo 014, quarta-feira, 24 de janeiro – Amália se sente culpada por Afonso ter abdicado de sua vida e de sua família por causa dela. Catarina descobre que Afonso virou plebeu por causa de uma mulher e arrisca que ele pode ter a intenção de espionar Artena. Afonso decide trabalhar na feira com Amália. Rodolfo vislumbra uma festa cheia de pompa para a cerimônia de coroação. Augusto se coloca à disposição de Afonso para ajudá-lo. Afonso agradece a Martinho e a sua família pela acolhida. Selena fica furiosa com a ironia de Saulo no treino da academia e faz o chão tremer. Virgílio coloca em dúvida para Amália a disposição de Afonso para viver como plebeu. Afonso consegue emprego de ferreiro com Josafá. Rodolfo ordena a Cássio que a água da cidade seja diminuída para que sobre mais para a irrigação. Catarina diz a Constantino que fique distante de Mirtes. Rodolfo tem um surto de pavor no dia da coroação e se recusa a assumir o trono.

No capitulo 015, quinta-feira, 25 de janeiro – Lupércio avisa a Cássio que Rodolfo está fora de si. Catarina se irrita com a demora da cerimônia. Rodolfo é coroado e faz o discurso de forma confusa, ajudado por Petrônio. Amália não acredita que Afonso fez a escolha que queria. Catarina flagra Rodolfo no corredor do palácio. Constantino e Mirtes ficam juntos. Ulisses afirma a Romero que Silene é apenas sua amiga. Afonso avisa a Virgílio para ficar fora da vida dele e de Amália. Josafá aconselha Afonso a ter cuidado com Virgílio. Amália pede que Afonso não reaja às provocações de Virgílio. Catarina observa de longe Constantino e Mirtes se beijando.

No capitulo 016, sexta-feira, 26 de janeiro – Afonso se preocupa com a saúde de Josafá. Rodolfo fica intrigado quando Brice afirma se lembrar de quando o castelo foi habitado há 80 anos. Baltazar diz a Rodolfo que em breve haverá chuva em Montemor. Catarina pergunta à mandingueira se há chances de seu casamento não se consumar, e ela lhe revela que se casará com outro homem. Pessoas comemoram a chuva que cai em Montemor. Selena pede a Ulisses que não a ajude nos exercícios. Augusto tenta fazer Istvan entender que Catarina precisa de um homem que lhe ponha limites. Catarina e Constantino “seduzem” Istvan e Mirtes, respectivamente, e dão um jeito de colocar os dois juntos na cama.

No capitulo 017, sábado, 27 de janeiro – Augusto vê Istvan e Mirtes na cama. Catarina finge que se sente humilhada por ter sido supostamente traída pelo noivo e pela prima. Catarina e Constantino comemoram o sucesso do plano para ficarem juntos. Augusto avisa a Istvan que o casamento está cancelado e pede ao marquês que se retire de Artena. Romero diz a Olegário que Rodolfo precisará de sorte para solucionar os problemas de Montemor. Mirtes acusa Catarina de ter armado contra ela e o marquês. Diana pergunta a Virgílio se ele ainda ama Amália. Rodolfo vê a imagem de Brice refletida no espelho e fica surpreso. Augusto informa a Catarina que irá pensar em um novo pretendente para a filha. Rodolfo ordena que os guardas retirem Brice do castelo. Petrônio percebe a dificuldade para expulsar Brice. Selena pergunta a Saulo se ele é órfão. Augusto avisa a Catarina que visitará o conde de Alvarez. Afonso luta com Tirso para defender Amália e acaba preso por agredir um soldado do rei Augusto.