Ex-companheira de campeão de MMA afirma que sofreu violência doméstica em Arapiraca

Marido a teria agredido após uma discussão do casal, dentro da casa da mãe do lutador

Por Chrislayne 10/11/2017 - 14:54 hs
Foto: Cortesia ao Já É Notícia

A ex-companheira do lutador de MMA de Arapiraca, Walison Pereira, afirma que foi vítima de violência doméstica. O caso ocorreu durante a madrugada do último sábado (04), quando, segundo a vítima, elas estavam na casa da mãe do lutador, localizada no bairro Alto do Cruzeiro.
Em entrevista para o Portal Já É Notícia, Claudine keslley informou que a agressão ocorreu durante uma discussão do casal. “Ele estava curtindo com a mãe dele e falou que a partir daquele dia ninguém sujaria a memória do pai dele, falecido há quatro meses. Nesse momento eu falei que até ele não respeitava a memória do pai, pois dois dias atrás ele tinha quebrado um som e outras coisas que eram do pai dele,” contou.
Segundo a mulher, após ela afirmar que o esposo não respeitava a memória do pai, ele a agrediu fisicamente com tapas e um golpe de luta conhecido como "mata leão", momento em que aClaudine perdeu a consciência. “ Quando acordei estava com o pé torcido cheia de manchas roxas e, pra tentar me defender, tentei tirar o braço dele masnão consegui, por isso, o arranhei. A mãe dele também veio pra cima e me deu dois tapas nas costas”, relatou a Claudine.
A ex-companheira de Walison afirma que o companheiro também quebrou objetos da casa como uma TV e o celular dela, para que Claudine não acionasse a polícia. “Após isso eu peguei o monitor de 15 polegadas, que ele tinha no quarto, e joguei no chão quebrando o mesmo”, disse.
Claudine confeccionou um Boletim de Ocorrência, no último dia 04, contra o lutador na Delegacia da Mulher, em Arapiraca. Ela informou que a mãe e o irmão do lutador presenciaram todo ocorrido. “Eles disseram aos vizinhos que eu tinha surtado”, finalizou.
A redação do Portal Já É Notícia tentou contato com o lutador Walison Pereira, para saber a versão sobre a acusação da ex-companheira, mas ele não respondeu o contato. 

Veja a matéria original.