Arapiraca discute o combate ao trabalho infantil em audiência pública.

“Trabalho infantil não é brincadeira” foi o tema da palestra ministrada por Diglane Galvão, pedagoga e membro da sociedade civil Visão Mundial.

Por Ranjelio 10/11/2017 - 07:31 hs
Foto: Ascom/ Arapiraca

Ações e estratégias do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) foram discutidas e apresentadas na III Audiência Pública Regionalizada, realizada nesta quinta-feira (09), no teatro do Planetário e Casa da Ciência, no Lago da Perucaba.

O evento, articulado pela Prefeitura de Arapiraca, por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social e Políticas para a Mulher, reuniu representantes de mais sete cidades alagoanas: Craíbas, Feira Grande, Girau do Ponciano, Igaci, Junqueiro, São Sebastião e Taquarana. Entre os participantes do evento, o Poder Público, sociedade civil, usuários dos serviços de convivência, Conselho Tutelar e representantes de Organizações  Não Governamentais.

De acordo com Joelma Oliveira, coordenadora Municipal das Ações do PETI, a audiência foi realizada com o objetivo de articular e fortalecer uma agenda intersetorial integrada de combate ao trabalho infantil nos municípios. “Este é um espaço de discussão entre a população e o poder público, onde debatemos o tema, articulamos ideias, elaboramos propostas de ação de fortalecimento das  políticas públicas. Eu fiquei feliz em ver o teatro lotado com pessoas comprometidas com a causa ”, afirmou.

Abertura

As boas vindas foram dadas pelo estudante Ícaro Inácio Silva, 13 anos, que também apresentou os grupos culturais formados por crianças e adolescentes integrantes do Serviço de Convivência de Fortalecimento de Vínculos dos municípios da Região Agreste.  Entre eles, o Coral Anjos de luz, primeiro a se apresentar e tirar os aplausos da plateia, com a execução do Hino Nacional e as canções Aquarela – Toquinho –  e Lilás – Djavan. Na sequência, grupos musicais das comunidades Poção e Jardim das Paineiras e apresentação teatral com a trupe Informação, Educação e Comunicação (IEC).

Na abertura do evento, a secretária Municipal da Assistência Social e Políticas para a Mulher, Amilka Andréa Melo, representando o prefeito Rogério Teófilo, que, no mesmo horário estava recebendo o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, em seu gabinete, cumprimentou os participantes e destacou o desejo da Administração Municipal em avançar na luta contra o trabalho infantil, em defesa das crianças e adolescentes.

Palestra e Debate

“Trabalho infantil não é brincadeira” foi o tema da palestra ministrada por Diglane Galvão, pedagoga e membro da sociedade civil Visão Mundial. Após a explanação do assunto, o convite para a discussão sobre o tema erradicação do trabalho infantil. “A proposta concretizada aqui  foi o pensar e planejar em conjunto. Avaliar o que já foi realizado e, após esse momento, partir para ações efetivas no combate ao trabalho infantil em Alagoas”, destacou Joelma Oliveira.