Sequestro de jovem em Arapiraca foi motivado por briga entre facções.

O sequestro foi cometido por seis pessoas, sendo cinco homens e uma mulher.

Por Ranjelio 18/06/2021 - 12:11 hs
Foto: jaenoticia.com.br

A polícia divulgou detalhes do caso em que uma jovem de 23 anos foi vítima de sequestro e cárcere privado em Arapiraca. O sequestro ocorreu na noite do dia 15 de junho e ela foi resgatada no dia 17, em um cativeiro no bairro Cacimbas, em Arapiraca.

A vítima foi encontrada em uma casa de uma vila, na Rua Flora, no bairro Cacimbas, em Arapiraca e duas pessoas foram presas no local. No local, um homem de 21 anos e uma mulher de 31 anos foram presos.

O crime teria sido cometido por integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) que queriam saber quem fornecia drogas e armas para o ex-namorado da vítima, Júnior Grampão, que é do Comando Vermelho e está preso no Presídio do Agreste.

Conforme relato da jovem, ela foi retirada de casa na noite do dia 15 de junho, quando estava na companhia do filho. O sequestro foi cometido por seis pessoas, sendo cinco homens e uma mulher. Inicialmente ela foi levada para a Matinha da Catita, posteriormente para uma mata no Vale da Perucaba, onde foi mantida amarrada por dois dias, sem comer ou beber água.

Ao afirmar que não tinha conhecimento sobre o fornecimento de drogas e armas e que teria terminado o namoro há 3 meses, a jovem foi espancada e ameaçada de morte pelo casal e por uma terceira suspeita que não foi localizada.

Ainda segundo a vítima, apenas na manhã da última quinta-feira, 17, ela foi levada pelo casal e mantida em uma vila, no bairro Cacimbas, onde, horas depois, foi resgatada pela polícia.

Veja a matéria original.