Criança volta para casa após ser raptada e dopada durante festa em Arapiraca.

Pais relatam que filha sumiu com um jovem de 23 anos que a obrigou a tomar uma bebida que a deixou desacordada.

Por Ranjelio 07/06/2021 - 19:28 hs
Foto: Ilustração

Por volta de 1 hora da madrugada deste sábado (05), uma menina de 11 anos, moradora do Residencial Vale do Perucaba, Bairro Olho D´água dos Cazuzinhas, em Arapiraca, sumiu de casa sem que os pais percebessem. Segundo o relato do pai da menina que preferiu não ser identificado, a filha saiu de casa para se encontrar com um jovem de 23 anos após uma amiga da menina com idade de 13 anos que mora vizinha à casa deles, marcar o encontro com o suspeito através do whatsapp. A criança teria sido levada desacordada para uma festa numa chácara na região de Arapiraca.

Sumiço

O pai da menina descobriu que a filha da vizinha que tem 13 anos foi quem marcou o encontro para ela e a filha dele irem escondidas à uma festa com o tal rapaz, mas na hora marcada, somente a filha dele de 11 anos é quem foi ao encontro do jovem que a levou com ele num veículo Gol de cor cinza claro.
O pai da criança conta que a filha relatou a ele que o rapaz, ainda no carro, a fez tomar uma bebida de coloração azul e depois de ingerir a tal bebida, ela “apagou”, perdeu os sentidos e ficou desacordada até a manhã do dia seguinte sem saber se haviam feito ou não alguma coisa com ela. “Ela só lembra que foi levada para uma chácara aqui mesmo em Arapiraca, mas não sabe o que aconteceu”, relata o pai.

Desespero

De manhã, ao ser avisado pelo filho mais velho que a irmã de 11 anos não estava na cama e havia sumido de casa, o pai e a esposa da criança saíram desesperados para a rua e encontraram a vizinha com a filha de 13 anos na porta. Segundo o pai, ambas ralataram toda a história do encontro e o que teria acontecido com a filha dele. “Eu fiquei doido com a história e na hora ia passando uma viatura da polícia. Eu chamei e a viatura, minha esposa foi com os policiais e eu fui no meu carro, fizemos buscas e nada”

O pai conta que após procurar e não achar a filha, resolveu ir a uma rádio local pedir ajuda. Depois que o caso foi divulgado, para surpresa dele, o tal rapaz que havia raptado a filha dele entrou em contato com o irmão mais velho da menina avisando que não denunciassem nada porque ele iria devolver a menina e que ninguém havia mexido com a criança. Algumas horas depois a filha retornou para casa numa mototáxi. “Ela ainda chegou meio tonta, mas sem saber o que havia acontecido”, afirma o pai.

Polícia

No fim de semana o pai da criança foi à Central de Polícia de Arapiraca confeccionar um boletim de ocorrência. O caso deverá ser investigado pela Delegacia de Menores, mas o Conselho Tutelar já tomou conhecimento do que aconteceu, relatou o pai, que disse ainda que hoje levou a filha para fazer o exame de corpo de delito no IML de Arapiraca. “O resultado sai daqui a alguns dias, mas, nos informaram que a menina está bem, não houve nada com ela”, disseram o pai e a mãe da criança, que ainda afirmaram que a filha está muito arrependida do que fez.